Um blog escrito por três mulheres, funciona como espaço para catarse, debate e exposição de pensamentos soltos.

.posts recentes

. Pó vivo!

. As duas Casuarinas - Cont...

. As duas casuarinas

. Isso não importa

. Profecia Familiar - Bem q...

. Noticia de ultima hora - ...

. Tai

. Romantismo masculino/Toda...

. Ser inebriante portuga

. Quem tem uma Tia assim nã...

.arquivos

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

Jardim Inventado

Num jardim intemporal

Algures inventado:

Um homem, uma mulher,

Um sentimento sempre renovado

E uma história inteira por viver...

 

Singeleza de linhas

Ave do paraíso,

meu Príncipe bárbaro, meu gurú

força e sorriso:

Tu!

 

 Moldada pelo vento

- Corpo a esculpir -

Um certo temor na noite de breu

Que a ausência da lua, ainda, reflecte,

Despojada de forças p'ra te resistir:

Eu!

 

  

E a essência da VIDA em NÓS se repete!

 

 

 

ZeliaN

publicado por mulheresforadehoras às 16:09
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

E apenas

 

Meus sonhos dançaram

Nas dunas da praia-

Passos de leveza

Da cor da areia-

E que terminaram com a maré cheia.

 

Às neves eternas

Meus sonhos subiram-

Sonhos de cetim,

De frio e de altura-

Que se diluíram

No meio da brancura.

 

 

Na floresta densa

Meus sonhos tocaram

Mundos de verdura,

De som e de imagem,

Mas sempre voltaram

Tão sós da viagem!

 

 

Em busca, secreta,

de um pouco de amor

Meus sonhos cruzaram

Centenas de espaços

E, apenas, se quedaram

No calor dos teus braços!!!

 

 

 

ZeliaN

publicado por mulheresforadehoras às 11:53
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 8 de Novembro de 2008

Salmoura

 

Para grande espanto constatou que tinha emagrecido, pensou que estaria a ganhar peso pela retenção de águas em forma de lágrimas que aprenderam a não sair. Depois intuiu, o sal seca a carne, estava portanto em salmoura, encontrara a solução para a celulite…fazia sentido!! Agora só faltava patentear o elixir “total descrença na fauna e flora masculina – caravela lusitana/couve lombarda”. Como ampolas de teste made in Portugal enviaria os contactos de uns tantos idiotas, toxicos e gelatinosos como alforrecas e com a inteligência afectiva em estado vegetativo, remédio santo de patente portuguesa. Apesar das contra indicações o produto seria um êxito comercial, vendo bem entre um corpo enxuto e um coração em flor de sal o ultimo é um mal menor.
 
Maria João
publicado por mulheresforadehoras às 19:17
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

Enfeitiçada

 

O meu filhote acordou-me com os acordes estridentes da sua flauta de plástico. Verdade, eram 7 horas e entoava na casa o maior dos chinfrins, pulei da cama e fui para o quarto dele em ares de dança moderna - dançando descalça, trabalhando contracções, torções, desencaixes etc, uma macaca pegada. Resumidamente como se a música encantada do meu Flautista de Hamelin me retirasse o sentido do ridículo. Depois entre aplausos disse: “que melodia divina, adorei acordar assim, certamente a vizinhança também!!”, rimos abraçadinhos a pensar no estertor do vizinho de cima (certamente na próxima reunião de condóminos o tema será levado à consideração). Para que se saiba segundo a professora de música o pequenito não toca grande coisa, além disso lhe falta atitude diz ela, para mim que tenho ouvido açucarado de mãe aquele miúdo é um Rão Kyao em potência.

Maria João

publicado por mulheresforadehoras às 11:55
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

Mãe Gata

 

A minha gata, de sua graça Maria da Luz, vela por mim durante a noite, acorda-me quando: estou no meio de algum pesadelo; tenho sono agitada, sente que se não me levantar e comer alguma coisa vou passar o dia com uma dor de cabeça infernal, estou-me a prolongar demais na pasmaceira da cama (e que existe vida lá fora para alem do edredão de penas e a almofada fofinha fofinha…). Para o efeito dá-me turras, pula de forma efusiva por cima da minha barriga, ronrona-me aos ouvidos e em casos extremos recorre a dentadas nos pés. Graças a ela tenho andado leve, sem enxaquecas ou remoendo nos sonhos fantasmagóricos da noite passada, sem duvida é uma excelente guardiã. Estranhamente hoje quando se colocou a ronronar mesmo por cima do meu toutiço, no meio de mais um sono alucinado, agarrei-a e a coloquei fora do quarto. Caramba o pesadelo é meu e já sou crescidinha para lidar com ele, a minha mãe-gata que me perdoe mas já chega de se intrometer entre mim e o meu mundo interior. Preciso de rever os meus fantasmas, acordar e sofrer como deve ser, sofrer para crescer. Sozinha, sem as defesas de uma gata que vela por mim como se de uma cria se tratasse. Como uma mulher!! Mulher filha de outra mulher, infelizmente não da essência da minha mãe gata.
 
Maria João
publicado por mulheresforadehoras às 16:38
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Contador

Condos
Cell Phone Family Plans
blogs SAPO

.subscrever feeds