Um blog escrito por três mulheres, funciona como espaço para catarse, debate e exposição de pensamentos soltos.

.posts recentes

. Pó vivo!

. As duas Casuarinas - Cont...

. As duas casuarinas

. Isso não importa

. Profecia Familiar - Bem q...

. Noticia de ultima hora - ...

. Tai

. Romantismo masculino/Toda...

. Ser inebriante portuga

. Quem tem uma Tia assim nã...

.arquivos

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Corte Epistemologico - Ao ritmo da cebola ou ao jeito da tangerina Versus Alma couve lombarda ou Alforreca

 

"Os homens entregam a alma como as mulheres o corpo, por zonas sucessivas e bem defendidas." André Mauroi é o autor de tal frase, tal insight deve-se a ele. Escalpelizando a citação diria que em muitos casos as zonas do corpo das mulheres se encontram menos defendidas que a entrega da alma dos homens.
O que é o mesmo que dizer que já dei o meu corpo, tipo dança dos mil véus (ou 5 ou 4 ou 3 véus…ao ritmo da cebola ou mais ao jeito de tangerina) e não vi alma alguma do outro lado . Deduzi que a tal alma se encontraria em estado vegetativo, um caso de alma couve lombarda ou alforreca.
Tendo em achar que em determinada geração, onde eu me arrolo, os homens foram criados com um certo grau de analfabetismo afectivo, sendo incapazes de entrar em contacto com os seus sentimentos, não possuindo a capacidade de empatia para com o outro e tendendo a considerar a mulher com um ser de outra espécie: confusa, tagarela, inconsequente e dada a traições várias.
Existem neles arquétipos profundos, dicotómicos: Lilith (mulher diaba) prostituta por excelência, a Nossa Senhora e a Mãe, enfim o oito e o oitenta.
Sei, não me atirem pedras, existem excepções, poucas verdade…mas existem!
 
Maria João
publicado por mulheresforadehoras às 15:42
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

Estudo Sociologico explicativo da diminuição de divorcios devido à crise

 

Após o casal ter concluído que a relação esgotou-se, tentam-se diversas soluções, aqui vai o inventário:
  1. Secções de terapia familiar na sociedade portuguesa de terapia familiar, com a participação dos interessados e respectivas famílias bem como rede de apoio (vizinhos e amigos). Aviso: A participação entusiástica da sogra nunca ajuda;
  2. No intuito de acender a labareda da relação recebem aulas semanais de sexologia. Ela estabeleceu uma relação calorosa com o massajador facial (descobre o ponto G graças a um eficaz golfinho azul com pilhas duracell) e ele com a terapeuta. No caso de terem menos guita recorrem a competente consultora sentimental da revista "Maria";
  3. Ele tenta psicoterapia (psicanálise é mais lenta e o dinheiro não estica). Ela psicodrama, com pratos a voar pela casa fora. O enredo complica-se. Mais uma vez no caso da massa não abundar recorre-se ao apoio da vizinhança, escutam-se os conselhos vindos das novelas brasileiras e de produção nacional, padre e barman e compra-se loiça de plastico;
  4. Falhadas estas tentativas ela converte-se à opus dei e ele à maçonaria. Aqui também varia de acordo com a sofisticação do casal, pode ocorrer conversões distintas: Reino de Deus e taberna da esquina;
  5. Devido a crise financeira resolvem continuar casados, compartilham o frigorífico, a renda da casa, as contas fixas, o seguro do automóvel, o cão e os filhos (alternando para a relação ser igualitária como manda o figurino);
  6. A vida sexual e a intimidade são repartidas com outros personagens e objectos secundários e passageiros. Cada um está em relação com o que está e os saldos do Corte Inglês também aumentam a libido. Os homens passam a dedicar a sua vida à sua verdadeira paixão: filatelia, bola e paixão platónica pela vizinha elas limitam-se a engordar e a aumentar a dose de xanax.
 
Maria João
publicado por mulheresforadehoras às 14:41
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Contador

Condos
Cell Phone Family Plans
blogs SAPO

.subscrever feeds