Um blog escrito por três mulheres, funciona como espaço para catarse, debate e exposição de pensamentos soltos.

.posts recentes

. Pó vivo!

. As duas Casuarinas - Cont...

. As duas casuarinas

. Isso não importa

. Profecia Familiar - Bem q...

. Noticia de ultima hora - ...

. Tai

. Romantismo masculino/Toda...

. Ser inebriante portuga

. Quem tem uma Tia assim nã...

.arquivos

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008

Vendedores da banha da cobra

“Porque é que, na maior parte das vezes, os homens na vida quotidiana dizem a verdade? Certamente, não porque um Deus proibiu mentir. Mas sim, em primeiro lugar, porque é mais cómodo, pois a mentira exige invenção, dissimulação e memória.” Friedrich Nietzsche, in 'Humano, Demasiado Humano'. O que se deduz que o Nietzsche não confraternizou com o meu ex. marido, se o tivesse concluiria que em muitos casos existe a criação de uma falsa memória, pelo tanto a mentira pode ser de tal forma vivida como verdade que o mesmo até desconhece que mente. "De tanto se repetir uma mentira, ela acaba se transformando em verdade." Joseph Goebbels, ministro da Propaganda de Adolf Hitler e provavelmente autor de algum livro de cabeceira que o meu ex. Artista anda a ler. Tal caso não se aplica a um amigo meu, surfista zen, ultra paz e dotado da famosa capacidade da “mentira com perna curta” (característica de resto da raça masculina). O triste foi picado por uma terrível caravela lusitana nos mares tropicais do Guincho, numa famosa migração de alforrecas assassinas, resultado o pobre esteve hospitalizado duas semanas, completamente incomunicável e com os membros paralisados. "A natureza não admite mentiras [muito menos as alforrecas]” Thomas Carlyle. Uma história de fazer chorar as pedras, mas só aquelas com menos idade que eu, enfim sou pedra de riacho já muito rolada.

 

Maria João

publicado por mulheresforadehoras às 22:15
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Contador

Condos
Cell Phone Family Plans
blogs SAPO

.subscrever feeds