Um blog escrito por três mulheres, funciona como espaço para catarse, debate e exposição de pensamentos soltos.

.posts recentes

. Pó vivo!

. As duas Casuarinas - Cont...

. As duas casuarinas

. Isso não importa

. Profecia Familiar - Bem q...

. Noticia de ultima hora - ...

. Tai

. Romantismo masculino/Toda...

. Ser inebriante portuga

. Quem tem uma Tia assim nã...

.arquivos

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

Santa Sarah Kali

 

Quem lê este blog a algum tempo, sabe que tenho sangue cigano, um pouco perdido no tempo mas bem consciente em mim, ou diria no meu inconsciente colectivo, numa espécie de lava subterrânea que corre nas minhas veia. “Prender um cigano é decretar-lhes morte” e eu nasci para ser livre, no pensar, no viver, nas minhas crenças e valores, dai o meu jeito desgrenhado e pouco dado a convenções e prolifero nos meus estertores de coices vários.
Santa Sarah Kali seria serva e parteira de Maria e que Jesus a teria em alta estima por ela ter trazido Ele ao mundo. O texto apócrifo de Tiago mostra que os anjos trouxeram uma parteira, Sarah, que mal conseguia ver Maria, devido à luz que o espaço emitia. Sarah aproximou-se de Maria e observou que seus seios estavam cheios de leite, e que o nascimento de Jesus não tinha lhe tirado a virgindade. O bebé nasceu limpo, como se o parto tivesse sido dirigido pelos anjos e Sarah acompanhou a vida de Jesus com discrição.

Sarah, a cigana escrava, foi jogada ao mar em uma barca/canoa sem remos e provisões em companhia das três Marias, José de Arimatéia e Trofino por perseguidores dos seguidores da Boa Nova, onde as três Marias puseram-se a rezar e a chorar, Sarah retira o diklô (lenço) da cabeça, clama por Jesus Cristo e faz a promessa que se todos se salvassem ela seria escrava de Jesus, e jamais andaria com a cabeça descoberta em sinal de respeito e como todos sabemos a barca/canoa atravessou o oceano e chegaram em Petit-Rhône, hoje Saintes-Maries-de-La-Mer. Estive nessa localidade recentemente, foi à capela onde existe a sua imagem e fiz-lhe uma oferenda (brincos para a embelezar), obviamente presto-lhe culto. Na forma de Santa Kali ou na sua origem mais ancestral a Deusa Kali Indiana. Seja como for é a ela que recorro todas as noite e conto as minhas tristezas e alegrias.

Quando comecei a fazer lenços utilizando as técnicas de estampagem oriental – Plangi e Tritik, combinando as mesmas com a pintura sobre seda é a ela que eu os dedico. Adormeço e penso nas cores, motivos e nos padrões que lhe agradariam: o fogo das fogueiras crepitantes, passaros livres num céu azul, o mar voraz de onde ela foi salva, a luz do nascimento de Cristo... Adormeço emersa nela, nas suas vivências e nos seus sonhos e quando crio a ela exulto a ela me entrego e presto a minha humilde homenagem.

 

Maria João

publicado por mulheresforadehoras às 12:04
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Contador

Condos
Cell Phone Family Plans
blogs SAPO

.subscrever feeds