Um blog escrito por três mulheres, funciona como espaço para catarse, debate e exposição de pensamentos soltos.

.posts recentes

. Pó vivo!

. As duas Casuarinas - Cont...

. As duas casuarinas

. Isso não importa

. Profecia Familiar - Bem q...

. Noticia de ultima hora - ...

. Tai

. Romantismo masculino/Toda...

. Ser inebriante portuga

. Quem tem uma Tia assim nã...

.arquivos

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

Sexta-feira, 12 de Março de 2010

Onde o Luar é mais Luar (dedicado à casa da minha avó em Lamelas de cá)

Gosto de casas antigas

De paredes grossas

Revestidas de cal,

Onde o luar é mais luar

E os alicerces fundos,

Enlaçados nas nossas

Origens e raízes,

Nos fazem voltar

Dos mais distantes mundos.

 

Gosto dos seus recantos,

Das sombras e penumbras,

Das madeiras ressequidas

Onde o vento não é vento

Mas música e cantos,

Dos fantasmas, dos vestígios de outras vidas

E das marcas do tempo.

 

Gosto

Dos corredores compridos,

Em forma de tropelia

E de gargalhada,

Das salas pintadas de alegria

E dos serões até de madrugada.

Dos telhados baços,

Côncavos de musgo e de ninhos

E de quartos grandes

Onde não faltam espaços

P'ra confidências e carinhos.

 

Gosto da sua solidez

Desafiando, impunes, cada era

E do ar de extrema altivez

Com que passam por cada Primavera.

Gosto da sua ligação

Com a Família e a sua essência

E do peso que têm como tradição

E como referência!

 

Óh casas antigas de paredes brancas

Onde o luar é mais luar,

que pena ter os braços pequenos

E não vos poder abraçar!

 

 

ZeliaN

 

publicado por mulheresforadehoras às 16:15
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De aumento del seno a 15 de Março de 2010 às 12:53
Este texto bonito. escrever é uma terapia natural que nos ajuda não só para lançar luz sobre os problemas, mas também para superar
De João Costa a 20 de Março de 2010 às 00:29
Gosto do que sentes
gosto do cheiro das tuas palavras
do barulhinho seco dos teus pensamentos
Gosto
... muito
de encontrar todas as vontades do teu poema
no brilho dos teus olhos
Gosto
de quem escreve coisas lindas
De mulheresforadehoras a 22 de Março de 2010 às 15:56
Olá, lindo!

Obrigada pelo comentário! Adorei!
Também gosto da forma como escreves!
Vi que outro dia foste ao faceboook para falarmos. Só que eu raramente lá vou! Só um bocadito à noite! Quem costuma estar na minha quinta é a Xana! Dei-lhe a password e ela fez uma verdadeira Reforma Agrária na dita! Qualquer dia sou latifundiária!!!
Gostei de te "reencontrar"
Jinhos

Zi

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Contador

Condos
Cell Phone Family Plans
blogs SAPO

.subscrever feeds