Um blog escrito por três mulheres, funciona como espaço para catarse, debate e exposição de pensamentos soltos.

.posts recentes

. Pó vivo!

. As duas Casuarinas - Cont...

. As duas casuarinas

. Isso não importa

. Profecia Familiar - Bem q...

. Noticia de ultima hora - ...

. Tai

. Romantismo masculino/Toda...

. Ser inebriante portuga

. Quem tem uma Tia assim nã...

.arquivos

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Profecia Familiar - Bem que me avisaram

Segundo revista da especialidade o amor é como a varicela. Se já se teve em pequenino, não se volta a apanhar.

 

Aos 8 anos de idade foi brindada, pela primeira e única vez, por uma serenata. O jogral era um miúdo, do famoso bairro da pia à porta, conhecidos pelo facto confirmado de ter uns pirolitos a menos. Chamava-se Zé, teve um futuro promissor como ladrão especializado em várias artes do gamanço.

No seu horizonte romântico, surgiu aos 10 anos, o Pedro. Um caso único de esquizofrenia em tenra idade, dizia ser o Napoleão e ela, amada Julieta. O romance não correu bem por conta de um violento combate de gravilha no recreio da escola.

Aos 12 anos, mais coisa menos coisa, surgiu o Celso, um rapaz pragmático e de ideias bem substanciadas, sonhava casar e ser futebolista. Como prova da sua paixão, pegou fogo ao cabelo da sua amada durante uma aula. Pela primeira e única vez na vida, ganhou o cabelo ondulado que tanto almejava, apenas na nuca o que lhe dava um ar muito faschion.

O pai, que observava de longe o cortejo de seres raros escolhidos a dedo pela sua filha. Profetizou: Está miúda é melhor ficar quieta que não acerta uma. Mais vale arranjar um animal de estimação.

Anos passados, cão e gata como pertença, a profecia auto realizou-se.

 

Maria João em recobro

 

publicado por mulheresforadehoras às 13:57
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Contador

Condos
Cell Phone Family Plans
blogs SAPO

.subscrever feeds