Um blog escrito por três mulheres, funciona como espaço para catarse, debate e exposição de pensamentos soltos.

.posts recentes

. Pó vivo!

. As duas Casuarinas - Cont...

. As duas casuarinas

. Isso não importa

. Profecia Familiar - Bem q...

. Noticia de ultima hora - ...

. Tai

. Romantismo masculino/Toda...

. Ser inebriante portuga

. Quem tem uma Tia assim nã...

.arquivos

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

Quinta-feira, 16 de Novembro de 2006

Um caso de Beijo Sartreano?

Tudo começou à volta de um beijo, um Beijo Aristotélico, esclareço: beijo realizado através de técnicas obtidas unicamente a partir da especulação teórica. Depois de muita lábia ele transvazou num beijo·Kafkaniano: Um beijo que começa com a impressão de transformação. No seu intimo almejava por um Beijo Cartesiano: Um movimento particularmente bem planejado e coordenado, penso, logo albeijo, aplicado com força bastante para remover toda a dúvida de que se foi beijada. Ela, não sabia se não estava mais uma vez perante um caso clássico de beijo Sartreano: Um beijo que se dá uma preocupação mortal embora não tenha mesmo a menor importância.

Esta não é de forma alguma uma desculpa para dar uma lista exaustiva de beijos clássicos.

Maria João F.

publicado por mulheresforadehoras às 09:59
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 15 de Novembro de 2006

Alegria musicalmente instalada - A5 Cascais/Bagdad

Dirigia-se para o serviço, bem fora de horas, questões logísticas assoberbaram a manhã impedindo-a de cumprir o horário - indecisão sobre o que levar vestido. Ela ia muito calminha e animada na A5, ouvindo o Rui Veloso e a canção com o título mais longo da história do rock português “Ai quem me dera a mim poder rolar contigo num palheiro” quando o telemóvel tocou. Era o chefe, queria saber a razão da demora, enfim entre a descrença e a consternação, estupidamente ocorreu-lhe dizer que se tinha enganado no caminho e ia a caminho de Bagdad,  que segundo a tabuleta que tinha acabado de ver estava para lá de Marraquexe, à falta de outro destino mais exótico. O artista não encontrou gracinha nenhuma, pensou, sabe se lá porque razão que estava a ser gozado. Por conta desse iluminado aparte teve direito a uma reunião de 1 hora, onde ele pode discorrer livremente sobre as obrigações dos subalternos e ela teve que controlar um impulso telúrico de o enviar para uma tal parte - um outro destino, bem menos hierarquizada na 5 dimensão.

Maria João F. 

 

publicado por mulheresforadehoras às 13:32
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Novembro de 2006

Mundo dentro de portas

Ela entrou na casa vazia, fechou a porta atrás de si. Descalçou os sapatos, sentou-se no sofá da sala com as costas curvadas como se tivesse nos ombros o peso do mundo. De olhos fixos no chão perguntou-se se algum dia as lágrimas deixariam de rolar no seu rosto...

Ana

publicado por mulheresforadehoras às 19:55
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Novembro de 2006

Dia de fado magoado

Estava tão triste tão triste que a água do seu banho ficou salgada. Estava tão perdida tão perdida que se perdeu na cama. Estava com tanto medo tanto medo que se escondeu debaixo dos lençóis. Estava tão vazia tão vazia que prendeu o seu pé com uma guita para não sair voando pelo céu fora. Estava tão ínfima tão ínfima que naquele dia assinou em minúsculas.
publicado por mulheresforadehoras às 17:43
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Encontro virtual

Ele pediu para ser adicionado à sua lista de contactos. Ela movida pela curiosidade acedeu. Começaram uma longa troca de mensagens até que chegou o dia de darem o passo seguinte... conhecerem-se pessoalmente.  Marcaram  encontro perto  dos pastéis de belém. Ela, como convém, chegou dois minutos depois da hora. Olhou à volta e vislumbrou um rapaz sentado sozinho em cima de um muro, que logo lhe fez lembrar a famosa personagem da Alice no país das maravilhas, o Humpty Dumpty, que não saía de cima do muro, por não se conseguir decidir para que lado ir. Dirigiram-se ao encontro um do outro, cumprimentaram-se e resolveram ir comer pastéis de belém, como tinham combinado tantas vezes no messenger. No final da noite e após longa conversa despediram-se com promessa de novo encontro logo que possivel e continuação de troca de mensagens.

Alguns dias depois voltaram a encontrar-se no messenger e após as primeiras trocas, ele disse-lhe:

- Sabes, acho que ficas muito fashion a comer pastéis de belém comigo...

publicado por mulheresforadehoras às 16:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 9 de Novembro de 2006

Casamento para a vida - Uma questão de maturidade

- Sabes, reflecti muito e cheguei a conclusão que o que  verdadeiramente atrai-a nele era apenas o vazio masculino que existia à sua volta. Enfim o tipo é um tremendo mentecapto.
- Não entendo amiga?
- Bem, conclui que na realidade entre ele e a minha companhia eu me prefiro a mim. Compreendes, a minha paixão era um logro?
- Mais ou menos. Queres dizer que a companhia de ti mesma é mais agradável e a dele nada acrescentava de novo?
- Sem duvida. Tenho mais sentido de humor sou mais inteligente e culta sem falar no lado humano, até mesmo o meu passado é bem mais colorido. Prefiro-me a mim e a minha solidão me preenche.
- Fico feliz por ti, finalmente uma história de amor bem sucedida e em que ninguem tem de fazer concessões. Sortuda!
Maria João F.
publicado por mulheresforadehoras às 22:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 7 de Novembro de 2006

Aventuras no reino militar

Todos os dias, à mesma hora os vários anos formavam na parada, antes do tão desejado almoço. Cumpridos os formalismos perante os respectivos "comandantes de companhia", os cadetes iniciavam o desfile, perante os olhares atentos dos responsáveis do Instituto, até à entrada da tão almejada messe.

Após o almoço, os elementos das várias companhias dirigiram-se para as respectivas salas de aula. Lá chegados, e após um momento de troca de piadas, os cadetes da quinta companhia, obedecendo às ordens do respectivo chefe de turma, puseram-se em sentido para a entrada do comandante de companhia. Este chegado à sua secretária, olhou para os alunos, deu ordem de "à vontade" e mandou-os sentar.

Após alguns segundos de silêncio, olhando-os um a um:

- Devo dizer que os senhores continuam a proporcionar uns momentos de grande alegria aos vários elementos que vos vêm marchar a cada dia. Nunca vi um grupo tão desorganizado. Desde pés trocados, a quem desafia a teoria da gravidade marchando quase deitado, há de tudo, de tudo.  E você Silva, é um caso nunca visto, como é que consegue marchar e abanar os dois braços ao mesmo tempo, numa descoordenação total?

- Sabe Sr. Comandante, a culpa não é minha, a cadência da música é que não se adapta à minha maneira de marchar....

Ana

publicado por mulheresforadehoras às 12:12
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 6 de Novembro de 2006

Frigorífico fashion no mínimo – Insultos entre snobes

- Desculpe, que lhe diga mas a querida com esse comportamento é muito frigorífico siemens!
- Olhe, está a ser extremamente ofensivo. Quer dizer, se disse-se que eu era um topo de gama, por exemplo mille, ainda vai que não vai. Um frigorifico fashion no mínimo, de aço inoxidavel, todo cinzento cromado.
- Sinceramente a menina é mais linha branca, iria mais além, do estilo da marca Oeiras, repleto de pindericos imanes para tapar as falhas de esmalte.
- Veja lá se com a graça não lhe caem os dentes.
 Maria João F.
publicado por mulheresforadehoras às 18:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds