Um blog escrito por três mulheres, funciona como espaço para catarse, debate e exposição de pensamentos soltos.

.posts recentes

. Pó vivo!

. As duas Casuarinas - Cont...

. As duas casuarinas

. Isso não importa

. Profecia Familiar - Bem q...

. Noticia de ultima hora - ...

. Tai

. Romantismo masculino/Toda...

. Ser inebriante portuga

. Quem tem uma Tia assim nã...

.arquivos

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

Segunda-feira, 16 de Abril de 2007

Novo testamento revisitado

Versículo 32 segundo o discípulo whatsoever: “Esforço-me por recordar os homens que quero esquecer”. O que no fundo é um prolongamento da frase bíblica do versículo 34, palavras sabias de Santa Maria Madalena “quantos homens estúpidos são necessários para esquecer um inteligente”.

Maria João F.

publicado por mulheresforadehoras às 23:54
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De TheEconomist a 18 de Abril de 2007 às 13:30
Talvez nunca seja possível esquecer os tipos que queremos esquecer. Se são dignos de ser postos de lado, é porque temos sempre de nos lembrar deles para evitar erros anteriores.

Na realidade só são verdadeiramente esquecidos aqueles que nunca conseguiram deixar uma marca, ou melhor, tão anódinos, inócuos e insignificantes que nunca alcançaram provocar uma memória que merecesse ser apagada.

E quanto à afirmação da Sta. Maria Madalena, a pergunta deveria ser feita ao contrário: Quantos homens inteligentes são necessários para esquecer um estúpido? É muito mais fácil esquecer os inteligentes do que os estúpidos. Os portugueses que o digam que vivem vidrados contra todas as evidências disponíveis em contrário, num estúpido que só fez mal a este país com a colaboração de uma extensa carneirada: Salazar.
De Von a 21 de Abril de 2007 às 16:13
“quantos homens estúpidos são necessários para esquecer um inteligente”...

Provavelmente, um homem inteligente nunca se esquece...

Von

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds