Um blog escrito por três mulheres, funciona como espaço para catarse, debate e exposição de pensamentos soltos.

.posts recentes

. Pó vivo!

. As duas Casuarinas - Cont...

. As duas casuarinas

. Isso não importa

. Profecia Familiar - Bem q...

. Noticia de ultima hora - ...

. Tai

. Romantismo masculino/Toda...

. Ser inebriante portuga

. Quem tem uma Tia assim nã...

.arquivos

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

Quarta-feira, 25 de Outubro de 2006

A vida dela dava um filme Indiano - Despertar da Kundalini

Acordou com a certeza de que a vida dela dava um filme indiano. A casa estava empestada de incenso (desde que o seu filhote tinha decidido juntar todos os pivetes, feito uma pequena pirâmide e quase ateado fogo à casa). No carro para descontrair, nas horas de ponta, tinha comprado um cd de música de meditação Hindu com chocalhos e cânticos com mantras, que já sabia de cor e papagueava com estranha devoção, fazendo estranhos movimentos com os braços e mãos, para desconcerto dos outros automobilistas. Na hora de almoço, retirava-se para um canto e alinhava religiosamente os seus sete Chakras, representado uma fé que na realidade não sentia nem entendia na sua totalidade. Quando se viu em frente de uma montra equacionando comprar uma pulseira para o tornozelo, de preferência com um guiso, ouviu os acordes da série “twilight zone” - “tiro niro tiro niro... you are entering in a new dimension of sound, leith..” e sentiu arrepios na espinha.

Maria João F.

publicado por mulheresforadehoras às 11:58
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De The Economist a 25 de Outubro de 2006 às 16:44
Sem saber, já estamos nela. Os softwares dos nossos telemóveis, GPS, PCs, automóveis, aviões, são na sua maioria desenhados por jovens indianos recém-licenciados.

O cinema já absorveu a saturação de cores de Bollywood e esta já exporta as suas divas.

Já há aulas de danças orientais onde se contam as danças indianas e as artes marciais tiveram, na sua maioria, origem na Índia. E claro, a comida deles é fabulosa.

Por último, os saris são peças fabulosas e as indianas são mulheres de uma elegância incrível. São lindas. Tão lindas como elas, só as africanas. Quem já esteve em África sabe como eles têm mulheres fabulosas também.

Não sei porquê, a Índia é bem capaz de ser um país de eleitos. E a pulseirinha no tornozelo consegue ser tão sexy.....

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds